terça-feira, 26 de julho de 2016

Viagem de campo: bolsistas de Edificações conhecem fábricas na região Oeste do RN

Baraúna, Mossoró e Assú, cidades da Região Oeste Potiguar recepcionaram uma comitiva para lá de animada e curiosa: entre servidores e estudantes, 14 pessoas integraram a viagem de campo da Coordenação do curso de Edificações do Campus São Paulo do Potengi do IFRN. A ideia da viagem surgiu da necessidade de dar aos alunos que são orientados/coordenados por Evilane Farias, professora de Materiais de Construção e Estabilidade conhecessem melhor os processos de fabricação dos principais materiais de construção utilizados nas pesquisas desenvolvidas no laboratório do Campus SPP.
Acompanhadas pelos Professores Gabriela Bruno, Neuber Araújo, Rubens Alves e o técnico de laboratório Abraão Brazão, a professora Evilane só tinha elogios à empreitada: “Fiquei bastante impressionada com a receptividade, os palestrantes foram extremamente simpáticos e tiveram todo o cuidado de mostrar o passo-a-passo do processo, os meninos ficaram maravilhados com a visita”.
A aula de campo foi realizada com os alunos que estão inseridos em projetos de pesquisa de tecnologias de argamassas, concretos e produtos cimentícios sustentáveis e consistiu em visitas técnicas a algumas fábricas do ramo da construção civil: MIZU (fábrica de cimento) e CNN (fábrica de Cal), em Baraúna/RN, BQMIL (fábrica de argamassa), em Mossoró-RN e a olaria Cerâmica do Gato, em Assú. Foram ministradas palestras sobre todo o processo de fabricação de cada empresa e posteriormente visitou-se as instalações fabris, onde os participantes puderam tirar dúvidas e matar curiosidades acerca de cada etapa do processo.
O intuito da viagem foi conhecer na prática a teoria em sala de aula, além de permitir que os alunos conhecessem as especificidades dos processos de produção desses materiais, através do acompanhamento desde o processo de extração da matéria-prima, passando pelo processo de fabricação até o produto final, com destaque a todos os ensaios laboratoriais de controle de qualidade.
Para Josepson Mauricio, Aluno do subsequente e formando em edificações, a aula de campo trouxe aprimoramento pessoal e foi de muito aprendizado: “adquiri conhecimento, novas amizades e pude perceber o quanto sou apaixonado pela carreira que escolhi para seguir. Segundo o estudante, que é bolsista na Cocsev – a viagem uniu o grupo, formado por estudantes ligados à pesquisa e extensão com projetos e temas de estudo em comum.  
Já Emerson Araújo, aluno do Integrado, elencou uma série de sensações sobre a viagem: “As brincadeiras entre os participantes da viagem e o pessoal das fábricas é a melhor lembrança, mas do que gostei mesmo foi o interesse dos representantes das empresas que visitamos, pois eles nos deram a assistência essencial para entender todo o conteúdo apresentado. Segundo Emerson, a experiência foi importante para nós, pois fortaleceu conhecimentos sobre a carreira na área de edificações. “As grandes estruturas e os equipamentos utilizados para fabricação dos produtos e a oportunidade de ver as teorias que foram ministradas em aula sendo aplicados no nosso ramo profissional é muito gratificante e educador”, finalizou.