quinta-feira, 28 de abril de 2016

Formatura do Subsequente - aula da saudade




Ocorreu hoje, 27 de abril de 2016, a aula da saudade da 1ª turma do Subsequente em Edificações do Campus São Paulo do Potengi, a qual foi prestigiada pelos docentes Evilane Farias, Gabriela Bruno, Neuber Araújo e Ricardo Marques. Vale destacar que tal celebração sucedeu o discurso do Diretor-geral da Unidade, o Professor Ednaldo Pereira, e o descerramento da placa com a foto dos formandos.


Descerramento feito pelo Diretor Acadêmico, o professor Rodrigo Vidal e pela aluna Lúcia Enedino

Paulo Roberto, um dos alunos concluintes, abriu a aula com uma mensagem motivadora e em seguida, com o auxílio de duas colegas, distribuiu papéis e lápis para os a realização de uma dinâmica de grupo. Em sequência, foi apresentada uma sequência de slides homenageando todos os professores que integraram o Curso; a mensagem trazia palavras de gratidão, reconhecimento da dura rotina de um professor e amor. O último slide ilustrou, por meio de textos e fotografias tiradas ao longo dos últimos dois anos, a admiração e afeto sentido pelos concluintes em relação ao IFRN-SPP e, especialmente, aos amigos que ali fizeram.
Por fim, duas placas de homenagem foram entregues aos queridos professores Evilane e Neuber e, então, a música pediu licença para entrar e todos puderam se servir.
 Entrega das homenagens aos professores Evilane e Neuber.


Fotografia da turma com os professores presentes.



Relato da aula da saudade, 
por Wíliton Martins


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Semana Interna de Prevenção à Acidentes de Trabalho promove palestras





Antônio Patric de Araújo
pelo InFoRMaNdo


Nessa última semana do mês de abril/2016 está sendo realizada a primeira Semana Interna de Prevenção à Acidentes de Trabalho (SIPAT) do IFRN – Campus São Paulo do Potengi, um evento que tem como objetivo o direcionamento e instrução dos núcleos técnicos, docente, discente e também da comunidade externa, em medidas de prevenção e remediação de acidentes no ambiente de trabalho.

Nessa segunda, 25 de abril, primeiro dia de atividades do evento, foram realizadas as primeiras palestras com o tema prevenção de Incêndios, ministradas pelo Técnico Gleydson Teixeira.
Em entrevista, Gleydson afirmou, com satisfação, que seus objetivos - disseminação da conscientização da prevenção de incêndios, e no dotar não apenas de conhecimento, mas também proporcionar às pessoas o ato de refletir em determinados atos que ela poderia tomar, que não se constituíam adequados, sem trazer benefícios em relação à segurança e prevenção, foram alcançados com sucesso.
O palestrante enfatizou também o principal fator causador de um incêndio no país, que são as famosas “gambiarras”, instalações elétricas clandestinas que se configuram como forte fator desencadeador de incêndios, apresentando altos riscos à segurança. O técnico também salientou que o que pode ser uma razão para o descaso com o assunto: “Muitas vezes as pessoas por ausência de informação acabam cometendo atos inseguros como a criação de ligações elétricas clandestinas.”, forte exemplo do “jeitinho brasileiro”.

Também de acordo com o ministrante, um incêndio pode ser identificado propriamente de acordo com a sua extensão. “Quando existe uma extensão do fogo igual ou maior que cinco metros, já podemos identificar que não estamos nos dando mais com um princípio de incêndio, o que poderia ser controlado com o auxílio de um extintor, mas sim com a formação de um incêndio propriamente dito, esse desenvolvimento é extremamente rápido levando muitas vezes cerca menos de cinco minutos, dependendo do tipo de combustível que se encontra em combustão.
A instrução para o uso correto dos extintores de incêndio foi um momento importante do encontro, visto que muitas pessoas ainda desconhecem o modo adequado de sua utilização e não atentam para detalhes de suma importância que podem fazer significantes diferenças na hora de combater um princípio de incêndio. Essas questões foram esclarecidas ao público de maneira prática e presencial pelo técnico.
  Finalizando, Gleydson ainda reforçou a relevância de se manter a calma durante um evento de incêndio, e em caso de haver vítimas, a relevância em se passar tranquilidade à mesma também é muito importante. Identificado o princípio ou suspeita de incêndio, seja no ambiente de trabalho ou não, devesse tentar controlá-lo por intermédio de um extintor; se as proporções de fogo fogem do limite, acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros e aguardar o trabalho dos profissionais em local seguro.